Escola Estadual de Dança Maria Olenewa

De Wikidanca

Ir para: navegação, pesquisa

Criada no dia 11 de abril de 1927 pelo crítico Mario Nunes e pela bailarina e coreógrafa Maria Olenewa, a Escola de Danças Clássicas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro foi a primeira escola de dança clássica fundada no Brasil.
Hoje, com 84 anos de existência, a escola é referência na formação de bailarinos no Brasil, e passou a se chamar Escola de Estadual de Dança Maria Olenewa, em homenagem a grande mestra.


Histórico

Criada no dia 11 de abril de 1927 pelo crítico Mario Nunes e pela bailarina e coreógrafa Maria Olenewa, a Escola de Danças Clássicas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro foi a primeira escola de dança clássica fundada no Brasil.

Idealizada com o objetivo de formar bailarinos profissionais, no inicio a Escola funcionava em uma pequena sala no terceiro andar do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, cedida pelo então diretor de Patrimônio e Estatística Dr. Raul Lopes Cardoso.
Em 1931 o então Prefeito, Adolpho Berganini, assinou um decreto que aprovava o regulamento da Escola, e em 1936 foi criado o Corpo de Baile com bailarinos da Escola.
Em 1963, a Escola foi desligada do Theatro Municipal, passando a chamar-se Escola de Danças do Estado da Guanabara, retornando ao Theatro em 1965.
Dois anos depois foi formando um grupo de baile experimental, que viajou por diversos estados do país, até 1975, quando a escola foi novamente desligada do Theatro Municipal do Rio e passou a integrar o Instituto Nacional das Escolas de Artes, com o Instituto Villa-Lobos, a Escola de Teatro Martins Penna e a Ecola de Artes Visuais.A escola, que passou a chamar-se INEART, era dirigida por Lydia Costallat, que formulou e enviou um Currículo Básico e Regimento Interno para o Conselho Estadual de Cultura, fazendo com que a escolha se tornasse, oficialmente, uma Escola Profissionalizante de 2º Grau.

Agora com autorização e qualificação para dar diplomas e certificados aos seus alunos, se tornou referência na formação de bailarinos e continua até hoje seguindo a risca seu objetivo de formar profissionais da dança, através de um curso rigorosamente técnico. Porém, a escola não se limitava somente a isso. Havia também a preocupação em dar uma visão mais ampla sobre a dança aos seus alunos. Com o tempo a quantidade de aulas que eram oferecidas aumentou, assim como o número de alunos, e a escola não se restringia mais ao ansido no Ballet Clássico, ensinava também várias outras formas de danças além de diversas outras matérias teóricas que davam ao aluno um meio de vida mais versátil e ensino condizente com o mercado de trabalho da época.
Em 1995, vinte anos depois, voltou a pertencer ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro e passou a chamar-se Escola de Dança Maria Olenewa.


Diretores

Maria Olenewa de 1927 a 1942;
Yuco Lindberg de 1942 a 1948;
Madeleine Rosay de 1949 a 1950;
Américo Pereira de 1951 a 1952;
Maria Magdala da Gama de 1953 a 1959;
Madeleine Rosay de 1959 a 1965;
Lydia Costalat de 1966 a 1983;
Maria Luisa Noronha de 1983 a 1987;
Tania Granado de 1987 a 1991;
Maria Luisa Noronha desde 1991.

Fonte

Escola de Dança Maria Olenewa

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas
Visite-nos
Idana.net - Home