Festival de Danças de Guarapuava

De Wikidanca

Ir para: navegação, pesquisa

O Festival de Danças de Guarapuava (FEDAG) é promovido pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) em parceria com a Academia de Danças Rômani. Trata-se de um evento bienal que acontece há 10 anos, no auditório da universidade, em Guarapuava. Considerado referência na região, envolve academias e grupos de danças de diversas cidades do Estado estendendo-se, inclusive, a Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O festival envolve um número expressivo de participantes, totalizando cerca de mil bailarinos em todas as edições já realizadas. [1]


Tabela de conteúdo

5º FEDAG - 2011

O 5º FEDAG é composto pelo Festival Competitivo e Mostra, pelo Festival Experimental e pelo Projeto Dança Livre na Escola. As apresentações artísticas do festival abrangem as categorias infanto-juvenil, juvenil e adulto, nas mais diversas modalidades, tais como: o Ballet Clássico, o Ballet Clássico de Repertório, a Dança Contemporânea, a Dança Folclórica, a Dança Moderna, a Dança de Rua, a Dança de Salão, o Estilo Livre, o Jazz e o Sapateado. Paralelamente acontecem Exposições, Mesas Temáticas e também são ofertadas oficinas durante o evento, que promovem o desenvolvimento e o aperfeiçoamento das técnicas da dança.

Valorizar a arte da dança, oportunizando o desenvolvimento de novos talentos e a troca de experiências entre grupos e academias de várias cidades e estados, além de proporcionar um espaço para que a arte da dança se desenvolva em toda a sua diversidade, são os objetivos do V FEDAG.

[2]


Festival Competitivo e Mostra

Participam academias, companhias, escolas de dança e grupos independentes.


MODALIDADES









[3]


Festival Experimental

Em virtude da necessidade de reflexão acerca da dança como forma de expressão, sensibilização do movimento ou até mesmo a dança pela dança e, ainda, para motivar o constante desenvolvimento e aperfeiçoamento dessa arte, o Festival de Danças de Guarapuava – V FEDAG, vem proporcionar aos artistas e pesquisadores um espaço destinado a apresentações artísticas, o Festival Experimental. A proposta do Festival Experimental é trazer ao público obras contemporâneas baseadas em pesquisas e buscas reflexivas.

A escolha da vertente explorada na Dança Contemporânea fica a critério do artista-pesquisador e de seu grupo, bem como o tema e demais elementos que comportam a obra em seu todo.

[4]


Projeto Dança Livre na Escola

Participam escolas e colégios municipais, estaduais e particulares.

As coreografias devem ser criadas a partir de temáticas (a critério da escola/colégio) e os trabalhos caracterizados pela mistura de estilos e movimentos livres. O trabalho proposto pela escola/colégio deve ser contextualizado por um processo de construção coletiva de referencial cultural, que vê na dança um espaço livre e criativo do corpo, comunicando-se por meio de movimentos e da expressão corporal. Os alunos devem participar de leituras, interpretações, reflexões e pesquisas sobre o tema. A criação do figurino também deve ser fruto deste referencial cultural construído coletivamente. Portanto, a coreografia e o figurino podem transitar nas diversas técnicas e modalidades de dança. Os trabalhos devem caracterizar-se pela mistura de estilos e movimentos livres.

[5]

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas
Visite-nos
Idana.net - Home