Lester Horton

De Wikidanca

Ir para: navegação, pesquisa

Lester Horton (Lester Horton Iradell, Indianápolis, 23 janeiro de 1906 - 2 de novembro 1953) coreógrafo, bailarino e professor norte-americano.

Lester horton.jpg
Imagem retirada do site: dce340i-fall2012.wikispaces.asu.edu – dia 25/05/2013 às 13:52h

Vida

Filho de Iradell Horton e Horton Pollyanna. Horton estudou com Denishawn, Martha Graham, Mary Wigman e Adolph Bolm. Foi um dos mais originais coreógrafos de sua geração. Estudou também a dança dos índios norte-americanos, levando esse aspecto etnológico para suas obras. Abandonou seu emprego fixo como cenógrafo em um teatro em Chicago e foi conviver com tribos nas reservas do Novo México e do Arizona. Essa experiência também o fez defensor das minirias étnicas.
Michio Ito, bailarino japonês, o ensinou a metodologia rítimica de Dalcroze, a utilização dos props, elementos que Horton aplicaria nas suas obras. Em 1930 funda a companhia Lester Horton Dancers, em Los Angeles, com a qual apresenta: Kootenai War Dance (1932), Voodoo Cerimonial (1932) Aztec Ballet (1934), Totem Incantation (1938). As suas duas primeiras obras não tinham cenário e os bailarinos se apresentavam com malhas usadas nos ensaios. Acreditava que o cenário só fazia sentido quando produzindo em conjunto, assim, cenário, figurino, iluminação, maquiagem eram produzidos pelos próprios bailarinos, esse aspecto comunitário é presente em boa parte das tribos indígenas e diferenciava sua companhia das demais.

Técnica

Sua técnica baseia-se na na anatomia, partindo da posição anatômica dos pés, chamado de deep floor vocabulary, trabalha cada parte do corpo em um trabalho racional, objetivando movimentos flúidos. Desta forma, trabalhando o movimento a partir das raízes. A metodologia de Dalcroze o inspira a associar dança e música, preferencialmente a percussão, o que contraria as tendencias de sua geração.
Suas obras mais conhecidas foram Salomé e O Bem Amado.
Foi o primeiro a ter uma companhia mutiétnica e a conceber um pas-de-deux para um negro e uma branca. Foi o percursor do movimento pelos direitos civis nos Estados Unidos.
Horton morreu de um ataque cardíaco aos 47 anos, em 1953.

Referências bibliográficas

http://en.wikipedia.org/wiki/Lester_Horton
CAMINADA, Eliana. História da Dança: evolução cultural. Rio de Janeiro, Sprint, 1999.
BOURCIER, Paul. História da Dança. São Paulo, Martins Fontes, 1987.
PORTINARI, Maribel. História da Dança. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1989.
--Monique Anny 22h46min de 31 de maio de 2013 (BRT)

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas
Visite-nos
Idana.net - Home