Mônica Lira

De Wikidanca

Ir para: navegação, pesquisa

Sua importância para o cenário da dança recifense engloba todas as funções com que nele atua. Como bailarina, compõe de 1989 a 1992 o corpo da Cia dos Homens, grupo pioneiro em dança contemporânea em Pernambuco. Em dezembro de 1993, funda o Grupo Experimental, no qual dança até o ano de 2002 e continua como diretora e coreógrafa. O Grupo Experimental se constitui como um dos poucos grupos profissionais permanentes que mantém um trabalho diário. A partir de 1997, funda e dirige o Espaço Experimental, que, além de funcionar como espaço de aulas e ensaios do grupo, mantém-se como uma das escolas estáveis de Recife na formação de bailarinos em dança. Entre os trabalhos de produção realizados, destaca-se a sua participação como criadora e coordenadora do Festival de Dança do Recife, de 1995 a 2002; a criação de projetos de formação teórico-prática de média e longa duração, como o Núcleo de Formação em Dança (desde 2004) e o Reciclarte (desde 2005). Tem oferecido, ainda, uma importante colaboração ao fortalecimento do cenário profissional da dança no Recife através de sua atuação no Movimento Dança Recife, que ajudou a fundar em 2005. O reconhecimento da relevância de sua participação na cena local rende-lhe o convite para representar a dança no Conselho de Cultura da Prefeitura da Cidade do Recife, de 2001 a março de 2003.

Leia mais:

Recordança


1 Esse verbete é parte da parceria com o acervo Recordança, de Pernambuco. Veja mais em Parcerias.

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas
Visite-nos
Idana.net - Home