Rodrigo Pederneiras

De Wikidanca

Ir para: navegação, pesquisa

Rodrigo Pederneiras (Belo Horizonte, 1955) coreógrafo e bailarino brasileiro.
Rodrigo-Pederneiras.jpg
Imagem retirada de: http://armandoantenore.com.br/confessionario/uploaded_images/Rodrigo-Pederneiras-738493.jpg - acesso dia 12/06/2013
Nasceu em 1955 em Belo Horizonte, o quarto filho de Manoel de Carvalho Barbosa e Isabel Pederneiras Barbosa, uma famíla de 6 irmãos: Zé Luis, Paulo, Pedro, Miriam e Marisa. Moravam na casa número 66 da Rua Barão de Lucena, na Serra, onde futuramente viria a ser a sede do Grupo Corpo.
Despertou interesse pela dança ao ver a irmã, Miriam, dançar. Ganhou bolsa de estudos na academia Marilene Martins, onde iniciou os estudos em dança. Nos anos 70, conheceu o coreógrafo argentino Oscar Araiz, que o convidou a integrar seu grupo, em 1974, Rodrigo tinha apenas. 19 anos. Morou na Argentina e, pouco depois, foi chamado para interpretar o espetáculo Agitor Lucens V. Porém, este foi o último espetáculo do grupo. A companhia de Araiz se desfez e Rodrigo voltou ao Brasil.
Rodrigo trabalhou com grandes coreógrafos brasileiros, como Betina Bellomo, Isabel Santa Rosa, Hugo Travers, Ilse Wiedmann, Aldo Lutufo, Freddy Romero, Tatiana Leskova, Gustavo Mollajoli, Hector Zaraspe e Jane Blauth. Todos os seus irmãos se envolveram, de alguma forma, com a arte. Fundou em 1975 o Grupo Corpo em Belo Horizonte com seus cinco irmãos e Hugo Travers. Usaram a casa da família como sede e centro cultural, que durante o dia funcionava como escola e à noite era usada para ensaios. No ano seguinte, estreiou a primeira criação do grupo Maria Maria, com músicas de Milton Nascimento, como bailarino, no Grande Teatro do Palácio das Artes. Só assumiu a companhia em 1981. Sua primeira criação no grupo foi Cantares, em 1978.
GrupoCorpo.jpg
Imagem retirada de: http://www.pelomundo.radio.br/blog/wp-content/uploads/2010/10/GrupoCorpo_4.jpg - acesso dia 12/06/2013
Uma marca no trabalho do coreógrafo e que acaba por ser uma identidade do Grupo Corpo também é a apresentação contemporânea da cultura brasileira de forma irreverente e divertida, de maneira peculiar, engloba nas suas coreografias as danças populares, as festas e o carnaval brasileiro, sem ufanismo ou exotismo.
Já coreografou para o Balé do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, o Balé do Teatro Guaíra, o Balé da Cidade de São Paulo e a Companhia de Dança de Minas Gerais. Fora do Brasil: Companhia da Deutsche Oper Berlin (Alemanha), Gulbenkian (Portugal), Les Ballets Jazz de Montréal (Canadá), Stadttheater Saint Gallen (Suíça) e Opéra du Rhin (França).

Referencia Bibliográfica

REIS. Sérgio Rodrigo. Rodrigo Pederneiras e O Grupo Corpo: Dança Universal. Imprensa Oficial. São Paulo, 2008. Disponível em :http://aplauso.imprensaoficial.com.br/edicoes/12.0.813.463/12.0.813.463.pdf - acesso dia 19/06/2013

Ligações Externas

http://pt.wikipedia.org/wiki/Rodrigo_Pederneiras
http://www.grupocorpo.com.br/companhia/biografias
--Monique Anny 17h37min de 7 de julho de 2013 (BRT)

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas
Visite-nos
Idana.net - Home