Isnard Manso

De Wikidanca

Ir para: navegação, pesquisa

--Luanabezerra 15h31min de 6 de fevereiro de 2012 (BRST)


Coreógrafo, bailarino e empresário, há 16 anos atua na cena cultural e artística da cidade do Rio de Janeiro através da dança e da cultura.


CCC - Eldorado1.jpg


Sua formação vai de dança de salão com Jaime Arôxa, e João Carlos Ramos, além de diversos cursos de especialização em samba, salsa e tango. Fez Balé Clássico com Jean Marie Debruit, Priscila Teixeira e André Vidal e Dança Contemporânea com João Carlos Ramos, Henrique Schuller, Duda Maia, Esther Weitzman e Dudude Hermann.


Em 1996, na Praça Tiradentes, abriu sua Escola de Danças de Salão com o objetivo de difundir os gêneros coreográficos e musicais típicos do povo do Rio. Foi integrante da Cia Aérea de Dança de 1996 a 2003, como bailarino, professor de dança de salão e produtor, tendo participado de diversos espetáculos: Festival Les Printemps des Comediens, Montpellier, França (2003); Samba Variationen I e II (turnês Europa / 1999 e 2002); Mistura e Manda e O Bolero e Bandoneon (diversas turnês e temporadas).


Ampliando sua atuação em 2001 abriu o Centro Cultural Carioca, uma das casas mais importantes da Lapa e adjacências onde é diretor, professor e coreógrafo da escola de dança de salão do Centro Cultural Carioca. Em 2004, com foco na vasta memória cultural desta cidade, fundou a Cia de Dança CCC elegendo o samba como suporte para o desenvolvimento de linguagem de dança e formação de cidadania.


Foi bailarino do show do cantor e compositor Dudu Nobre em turnê pelo Brasil / 2004 e Portugal em 2005, bailarino do show do cantor e compositor Zeca Pagodinho em turnê pelo Brasil / 2000 - 2001. E ainda participou da abertura da novela Salsa e Merengue da Rede Globo, 1997. Foi professor da escola de dança de salão Maria Antonieta, sob supervisão de Jaime Arôxa entre 1992 e 1994 e professor titular da filial da escola na Praça Tiradentes de 1994 a 1996. Foi membro da comissão de frente da Imperatriz Leopoldinense (coreografia de Fabio de Mello) entre os anos de 1992 e 1996. E ainda é violonista clássico, atuando no Brasil e na Europa (1979 a 1986).


A escolha por investir e olhar para o Centro, credencia Isnard como um artista-empreendedor que contribuiu e continua contribuindo com o movimento de restauração dos patrimônios culturais da cidade num ambiente que entrelaça memória e riqueza do povo do Rio de Janeiro.


Referências Bibliográficas

- Página do Centro Cultural Carioca

- http://catelliottnorio.wordpress.com/biografias/


Ligação Externa

- Página da Cia. Centro Cultural Carioca [1]

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas
Visite-nos
Idana.net - Home